RELATÓRIO
ANUAL
2018

Parte II
A Febraban

A FEBRABAN mantém uma trajetória marcada por projetos transformadores em busca de soluções para a evolução do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e o crescimento sustentável do País

Organização sem fins lucrativos localizada na cidade de São Paulo, a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) é a principal entidade representativa do setor. Seu quadro de associados conta com 118 instituições financeiras, que respondem por 97% do patrimônio líquido e 98% dos ativos totais de todo o segmento no Brasil. GRI 102-1  | 102-4  | 102-5  | 102-6  | 102-7

A FEBRABAN finalizou o ano de 2018 com 124 funcionários, além de seis estagiários/aprendizes e 13 profissionais terceirizados. Sua estrutura contempla sete diretorias, formadas por profissionais que atuam em contato direto com os representantes de bancos e instituições financeiras. GRI 102-7  | 102-8

Ressalta-se que a FEBRABAN possui 376 fornecedores cadastrados, que abrangem contratos de prestação de serviços (consultoria, assessoria e auditoria), e fornecimento de bens e materiais para todas as suas áreas de atuação. Essas empresas, em sua grande maioria, são nacionais e estão localizadas em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Brasília. GRI 102-9

A FEBRABAN tem entre seus objetivos permanentes: representar seus associados em todas as esferas do governo, interagir com autoridades e instituições na elaboração e no aperfeiçoamento do sistema normativo, desenvolver iniciativas para melhorar a produtividade do setor bancário e direcionar esforços para viabilizar o acesso da população a produtos e serviços financeiros, de modo que contribua para o fortalecimento do mercado e o crescimento do Brasil. GRI 102-6  | 102-16

Comprometida com princípios de ética e integridade, a FEBRABAN mantém o programa de conformidade com a legislação de defesa da concorrência com vistas a sensibilizar associados e funcionários sobre a importância do compliance na prevenção de infrações de ordem econômica, bem como suas consequências adversas. A íntegra do documento está disponível em portal.febraban.org.br . GRI 102-16  | 103-2  | 103-3: Ética e integridade

missão

Contribuir para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País, representando os seus associados e buscando a melhoria contínua do sistema financeiro e de suas relações com a sociedade.

visão

Manter um sistema financeiro saudável, ético e eficiente – condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País.

valores

  • Promover valores éticos, morais e legais
  • Valorizar as pessoas, o trabalho e o empreendedorismo
  • Incentivar práticas de cidadania e responsabilidade socioambiental
  • Atuar com profissionalismo e transparência
  • Defender o diálogo, o respeito e a transparência nas relações com clientes e com a sociedade
  • Valorizar a diversidade e a inclusão social
  • Produção de estudos e notas técnicas relativas a projetos de lei no Congresso Nacional
  • Coordenação de iniciativas judiciais para a defesa do setor
  • Posicionamento nas mídias sobre temas de interesse dos associados
  • Representação do setor com as autoridades e entidades nacionais e internacionais
  • Elaboração de propostas regulatórias que visam à eficiência do sistema e à minimização de riscos
  • Divulgação de informações sobre produtos e serviços bancários
  • Coordenação de estudos, pesquisas e iniciativas para melhoria da imagem do setor, do atendimento e das relações com os consumidores
  • Implantação e gestão da autorregulação dos bancos
  • Implantação de ações de responsabilidade social, sustentabilidade e de inclusão social
  • Capacitação dos associados
  • Negociação do contrato coletivo de trabalho do setor
  • Realização de eventos de interesse dos associados e da sociedade
Demandas e compromissos
Principal entidade
representativa do setor
bancário, a FEBRABAN
atua como interlocutora
entre diversos públicos

O planejamento estratégico da FEBRABAN envolve a definição de temas, projetos, orçamento e metas e sua aprovação pelo Conselho Diretor.

Para atuação da FEBRABAN em 2019, cinco temas estratégicos foram priorizados:

Temas estratégicos

Além desses, outros seis temas relevantes compõem o planejamento estratégico de 2019:

  • Autorregulação bancária
  • Qualidade dos serviços bancários/Relacionamento com clientes
  • Regulação prudencial
  • Relações trabalhistas
  • Sustentabilidade/Responsabilidade socioambiental
  • Planos econômicos e índices de correção monetária

Ressalta-se que os projetos são priorizados com base em quatro critérios: alinhamento estratégico, benefícios, mandatoriedade e complexidade de implantação.

Definidas as metas para FEBRABAN e suas diretorias internas, estas passam pela aprovação do Comitê de Metas, da Diretoria-Executiva e do Conselho Diretor. A Diretoria de Planejamento e Gestão de Projetos monitora a evolução do portfólio de projetos e o cumprimento das metas.

Nesse processo, há duas categorias de metas:

  • Qualitativas: são avaliadas em pesquisas de satisfação (conduzidas por empresas de consultoria independentes) com os participantes de comissões técnicas, Diretoria-Executiva e usuários de serviços da FEBRABAN e instituições ligadas.
  • Quantitativas: são estabelecidas com base em resultados observáveis objetivamente e avaliadas pelas diretorias internas, revisadas pela Diretoria de Planejamento e Gestão de Projetos e aprovadas pela Diretoria-Executiva e pelo Conselho Diretor.

Ao longo de 2018, foram examinadas oportunidades de aperfeiçoamento do processo de planejamento estratégico conduzido pela FEBRABAN.

A proposta elaborada com base na realização de benchmarking com bancos e associações, considera a realização de entrevistas com stakeholders selecionados do setor financeiro e outros setores econômicos e busca a definição de temas para atuação da FEBRABAN em horizonte de quatro anos.

Aprovado pela Diretoria-Executiva e pelo Conselho Diretor, o novo modelo será implementado a partir do 1º trimestre de 2019 com vistas ao planejamento estratégico de 2020–2023.

A FEBRABAN participa como membro de associações e organizações nacionais ou internacionais relacionadas ao seu setor de atuação e/ou mantém parcerias e compromissos que defendam temas comuns. Entre elas, destacam-se as instituições a seguir.

  • Federação Latino-Americana de Bancos (Felaban), na qual representa o setor financeiro brasileiro, o maior da região, em vários comitês.
  • Comitê Gestor do Cadastro Empresa Pró-Ética, responsável por analisar pedidos de inclusão de empresas no cadastro e deliberar sobre a admissão, bem como por promover atualização dos requisitos para integrá-lo.
  • Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef), no qual o objetivo é definir planos, programas e ações e coordenar a execução da Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef).
  • Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), a principal rede de articulação para arranjo e discussões em conjunto com diversos órgãos de diferentes esferas para a formulação de políticas públicas voltadas ao combate desses crimes.
  • Institute of International Finance (IIF), que reúne representantes da indústria financeira, de seguradoras, escritórios de advocacia, consultorias e reguladores, entre outros, de todos os países do mundo.
  • International Banking Federation (IBFED), que agrega bancos da Europa, Ásia, África, Oceania, América do Norte e América do Sul – o Brasil é o único país convidado a participar dessa federação.
  • Sustainable Banking Networking (SBN), organização integrada por associações/federações bancárias e bancos centrais de países emergentes.
  • United Nations Environment Program/Finance (Unep/FI), programa no qual a FEBRABAN atua como federação de suporte.
  • Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), que reúne diversas instituições, como bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras.
  • Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que tem entre suas atividades planejar, coordenar e orientar programas técnicos, projetos e atividades de apoio às micro e pequenas empresas, em conformidade com as políticas nacionais de desenvolvimento, particularmente aquelas relativas às áreas industrial, comercial e tecnológica.

A FEBRABAN dissemina conhecimento e marca seu posicionamento sobre assuntos de interesse das instituições financeiras e de seus demais stakeholders por meio de portais e canais de informação e interação, de participação e/ou realização de eventos, de condução e divulgação de estudos e estatísticas do setor bancário, entre outros.

O CIAB FEBRABAN é reconhecido pelo debate de importantes temas, como tecnologias disruptivas, transformações digitais e o futuro do sistema financeiro, bem como pelo lançamento de inovações voltadas a simplificar as transações bancárias e levar maior comodidade, praticidade e segurança aos clientes.

Com o tema central Inteligência exponencial, o CIAB FEBRABAN 2018 apresentou como a inteligência artificial, o machine learning, o blockchain e a internet das coisas têm provocado mudanças constantes no comportamento social, e como essas tecnologias poderão gerar produtos e soluções disruptivas do setor bancário para atender a um cliente cada vez mais digital.

  • Ícone representando pessoas.
    O CIAB 2018 bateu recordes de público: mais de 23 mil visitantes, 3.510 congressistas e 384 palestrantes, que debateram a transformação digital do setor

Ressalta-se que, durante o evento, ocorreu o já tradicional Fintech Day, competição cujo objetivo é identificar startups que tenham sinergia e potencial para colaborar com bancos, seguradoras e instituições financeiras. Em 2018, houve participação de fintechs e insurtechs (desenhadas para reduzir custos e aumentar a eficiência do setor de seguros), com o total de, respectivamente, 101 e 22 empresas inscritas, sendo selecionadas 14 e três, respectivamente, para fazer parte do campeonato.

Outro destaque é o 2º Hackathon CIAB, maratona de programação que visa incentivar empreendedores a desenvolverem soluções inovadoras para o mercado bancário brasileiro. Com o desafio “Inclusão Financeira dos Pequenos Negócios”, a segunda edição contou com mais de 400 inscrições, com 110 programadores selecionados para participar do evento.

Encontros, como o Seminário de Relacionamento com Clientes (Semarc), o Congresso Internacional de Gestão de Riscos e o Congresso de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo, vêm se firmando, ano após ano, como os mais importantes eventos de seus segmentos, atraindo, assim, um público especializado e diversificado.

  • Ícone representando banner.
    A inteligência artificial é a base de muitas tecnologias que os bancos pretendem impulsionar em 2019. Do chatbots ao blockchain, as inovações devem se refletir na melhoria das experiências dos clientes no curto prazo

Em 2018, a FEBRABAN promoveu 46 eventos, com 28.254 participantes, aumento de 3,6% em relação ao ano anterior, o que contribuiu para o fortalecimento de sua imagem e do setor que representa.

A FEBRABAN trabalha incessantemente para atingir os melhores resultados. Após o término dos eventos, realiza pesquisas interativas ou por aplicativos para avaliar a percepção dos participantes quanto ao conteúdo técnico dos painéis e à organização, bem como para planejar ações de melhoria em futuras edições. Em 2018, o índice de satisfação foi de 97,7% (outstanding, superou ou atingiu as expectativas). GRI 102-43  | 102-44

Em 2018, a repercussão dos eventos da FEBRABAN na mídia subiu 51% em relação ao ano anterior: passou de 1.019 inserções para 1.545.

Ressalta-se ainda a divulgação de temas de interesse dos bancos e da sociedade em geral por meio de workshops com jornalistas, coletivas de imprensa, campanhas publicitárias, redes sociais, entrevistas, entre outros, para fortalecer a imagem do setor, detalhar particularidades e responder a dúvidas frequentes.

Em 2018, entre as campanhas de maior alcance estão a implantação da nova plataforma de cobrança, a adesão ao acordo sobre planos econômicos, o uso do cheque especial e o lançamento do livro Como fazer os juros serem mais baixos no Brasil, as quais foram veiculadas na imprensa e em redes sociais.

  • Ícone representando banner.
    A FEBRABAN criou perfis no Twitter e YouTube, além de reformular e reforçar sua presença no Facebook e LinkedIn, com a divulgação de assuntos, vídeos e apresentações voltados tanto ao público em geral quanto a profissionais com entendimento mais profundo do setor